Thursday, May 31, 2007

02| Jano

Jano, um sorriso trabalhado.

1 comment:

andré galucho said...

O ar que respiras nao é digno de ti
Por nada te merece, se foge de ti
Se eu pudesse seria a tua pele
Pois assim, todo eu estaria em contacto contigo

E nao deixaria sair nem ar, nem suor
Pois nao quereria que perdesses a tua essencia
E perfumes para mim seriam concorrencia
Eu e tu, tu e eu, um só